Polícia Civil prende suspeitos de tráfico de drogas em Ceres - Jornal Populacional
Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020

Polícia Civil prende suspeitos de tráfico de drogas em Ceres

Publicado em 07/11/2017 às 14:34

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

Policiais Civis de Ceres, coordenados pelo Delegado Matheus Costa Melo, com o apoio da Polícia Militar, desencadearam operação e prenderam preventivamente, na manhã de hoje (7/11), Emerson Luciano da Costa, vulgo Burrinho, e Renato Fagner Sulivan Alvarenga, suspeitos pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

De acordo com o delegado Matheus Costa, os dois presos estavam sendo investigados há 5 meses, sendo que, no último mês de Julho, Emerson, vulgo Burrinho, já havia sido preso em flagrante pela Policia Civil de Ceres com porções de cocaína e grande quantia em dinheiro. Contudo, respondia ao processo em liberdade em virtude da concessão de uma liberdade provisória.

 

Com o aprofundamento das investigações, foi obtido farto conteúdo probatório demonstrando que Emerson e Renato, atuavam de forma associada no tráfico de drogas e movimentavam uma grande quantidade de drogas. Informou o delegado.

 

Diante disso, ao final do Inquérito Policial, foi representada pela prisão preventiva de ambos, regularmente decretada pelo Poder Judiciário de Rialma.  Na manhã desta terça (7), Emerson e Renato foram presos e apreendidos R$ 3.850,00, além de uma motocicleta supostamente utilizada no tráfico das drogas, pertencente à Renato. O veículo VW GOLF utilizado por Emeson já havia sido apreendido quando da prisão em flagrante em Julho de 2017.

 

Com as prisões, o Inquérito Policial será concluído e os dois indivíduos presos recolhidos na Unidade Prisional de Rialma, à disposição do Poder Judiciário.

 

Polícia Civil: Compromisso com a Verdade e a Justiça!!

 

Participaram da operação os policiais civis: Jadir, André, Wliana, Gabriel, além de equipes do GPT e Polícia Militar de Ceres.

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737