Grupo Ação do Cidadão realizou segunda etapa do projeto Ação Verde - Jornal Populacional
Terça-Feira, 26 de Maio de 2020

Grupo Ação do Cidadão realizou segunda etapa do projeto Ação Verde

Publicado em 02/02/2016 às 13:13

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

Neste último domingo (31 de janeiro) aconteceu na cidade de Ceres a segunda etapa do projeto Ação Verde, realizada pelo grupo Ação do Cidadão, o evento teve início às 07h00 e se estendeu até às 15h30. Este projeto foi criado devido à baixa do Rio das Almas e a necessidade de reflorestamento do mesmo. Em entrevista ao Jornal Populacional, Reiller Seabra (Vereador da cidade de Ceres e um dos líderes do grupo) relatou que, a principal ação deste projeto é o plantio de mudas às margens do Rio das Almas, já que o foco é o meio-ambiente.

 

 

O vereador disse que, entrou em contato com a CRV Industrial e Secretaria do Meio Ambiente Estadual e Municipal, para saber de suas relações com o Rio das Almas, incluindo o consumo, e assim descobrir se o rio entrou em estiagem por fatores naturais ou por algum fator externo.

 

 

A CRV e as Secretarias do Meio Ambiente acabaram por também abraçar a causa e atualmente são apoiadoras do projeto. O projeto Ação Verde teve sua primeira etapa no dia 09 de janeiro de 2016, com o plantio de aproximadamente 800 mudas, rio abaixo, nas propriedades do Sr. Canedo, Sr. Zuíno e Sr. Dos Reis. Foram escolhidas propriedades privadas para que os donos dos respectivos locais sejam parceiros e possam fechar o espaço, ajudar no manejo, impedir que o gado estrague o trabalho e demais.

 

 

Esta segundo etapa foi realizada no dia 31 de janeiro, sentido rio acima, nas propriedades do Sr. Jurandi Rosa e Sr. José Marques, aproximadamente a 2 km do complexo turístico. O intuito é de que sejam plantadas aproximadamente 1.000 mudas na localidade, sendo que neste último domingo metade das mudas foram plantadas, restando a outra metade que provavelmente será plantada até o final do mês de fevereiro nestas mesmas propriedades.

 

 

Segundo Reiller através do registro fotográfico o grupo faz a analise dos locais degradados e notifica os proprietários, também os convidando para abraçar a causa juntamente ao grupo, ajudando a roçar e cercar as mudas plantadas. Após a segunda etapa ser concluída haverá uma reunião do grupo para fazer uma análise geral do trabalho.

Robson Ferreira (Presidente do grupo) relatou que, possivelmente a terceira etapa do projeto Ação Verde será um trabalho desenvolvido com crianças que estudam na rede pública, estadual e municipal, o trabalho se trata de uma conscientização e apadrinhamento das mudas por parte das crianças, envolvendo trabalhos didáticos escolares e até mesmo a ida destas aos locais onde as mudas foram plantadas. Segundo o líder, provavelmente ainda haverá mais ações ligadas ao meio ambiente, como o reflorestamento em nascentes da região.

 

 

O grupo Ação do Cidadão é formado por voluntários, voluntários com profissões diretamente ligadas ao meio ambiente, como estudantes do IFG, biólogos e engenheiro florestal, porém há voluntários de diversas áreas que também foram de extrema importância ao projeto Ação Verde, tal como são em outros projetos do grupo Ação do Cidadão.

 

 

O projeto conta com parceiros como a Cooperativa do Cerrado, na pessoa de Guilherme, Maíra que trabalhou em um projeto da Petrobrás, IFG, Sindicato dos Trabalhadores e demais. O grupo conta com 92 integrantes e está aberto a receber novos integrantes que possuam os mesmos valores sociais e ambientais. Os que possuem interesse em fazer parte do grupo podem procurar Robson (Conveniência dos Gaúchos), Vitor (Odontomed), Reiller (Vereador) e demais integrantes. O grupo Ação do Cidadão é apartidário e sem fins lucrativos.

 

 

Reiller Seabra agradeceu aos parceiros CRV Industrial nas pessoas de Celso e Marcilene e ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais. O projeto também teve o apoio do Fogão à Lenha, Rádio Legal, Alvorada, Goiás e Aliança, Sorvetes Vilela, Êxtase motel, Conveniência dos Gaúchos e Marmoraria Vitória.

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737