Sábado, 29 de Janeiro

Avó fica indignada pelo fato do neto de 2 anos não ser atendido na UPA de Ceres

Publicado em 05/12/2021 às 22:38
Ceres/Rialma

Uma moradora de Ceres, que preferiu não ser identificada entrou em contato com JP indignada,  devido a um procedimento tão simples de fazer, mas que segundo ela, o atendimento foi negado na UPA.

Na ultima sexta-feira (3) a mãe da criança de 2 anos de idade, foi até um posto de saúde no Jardim Tropical, mas não foi possível fazer a retirada dos pontos devido estar faltando o material de esterilização, ela foi orientada a ir até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Disse a avó da criança.

 

A avó que é moradora do Jardim Tropical, relatou que sexta-feira (3/12) foi até a UPA para retirada de 5 pontos na região frontal da cabeça do neto dela, depois de 40 minutos de espera, ela conta que a enfermeira informou que na UPA não faz esse atendimento.

 

Neste domingo (5) a avó disse que  ligou na UPA para confirmar se poderia retirar os pontos , porém ela foi informada pela recepcionista que lá não faz esse tipo de atendimento.

 

"Eu sei que não e urgência, mas tem o dia de retirar, porque se não o organismo começa a expulsar e consequentemente inflamar". "Deixo aqui minha indignação".


A reportagem não conseguiu ainda contato com a direção da unidade para saber se realmente lá não realiza esse atendimento de não retirada de pontos. 

Comentários


Os comentários não expressão a opinião do Jornal Populacional e são de exclusiva responsabilidade do autor.

Encontre mais notícias relacionadas a: Saúde,

Veja Também