Garota salva de autoextermínio fez denúncia falsa de estupro contra padrasto em Jaraguá

Publicado em 12 de janeiro de 2021 às 20h 25min

Pax Aliança

Uma situação que comoveu internautas em Jaraguá foi o caso da adolescente de 14 anos, que queria pular de uma construção próxima ao Lago Quinta do Riantes na segunda-feira, 11/01, e acabou sendo salva por policiais militares e bombeiros.

 

 Na terça-feira, 12/01, de acordo com as informações divulgadas, ela havia alegado que o motivo que a levou a tentar o autoextermínio teria sido o estupro praticado pelo padrasto.

 

Mas a polícia civil investigou o caso e descobriu que a menina mentiu. Embora tenha sido constatado que a garota sofre com problemas psicológicos e precisa de ajuda, foi aplicada a ela a tipificação prevista para atos infracionais.

 

NOTA DA POLÍCIA CIVIL

 

A menor compareceu na Delegacia da Polícia Civil de Jaraguá e fez uma ocorrência narrando que havia sido estuprada pelo padrasto por mais de 05 anos.

 

Após diligências, a menor voltou à unidade de segurança pública e informou que tinha mentido e que fez isso porque não queria se mudar da cidade. “Ela vai responder por ato infracional análogo ao crime de denunciação caluniosa” afirmou o Delegado Glênio Ricardo.

Encontre mais notícias relacionadas a: Polícia;

Veja também

Ver mais notícias