Jovem é preso por matar vizinho que ofereceu dinheiro para ter relação sexual com a esposa dele

Publicado em 23 de novembro de 2020 às 19h 47min

Pax Aliança

Um jovem de 25 anos foi preso suspeito de matar um vizinho que ofereceu dinheiro para ter relação sexual com a mulher dele, em Bonfinópolis, na Região Metropolitana de Goiânia. A reportagem é site G1 Goiás.

 

O pedreiro de 48 anos, foi agredido com pauladas, facadas e teve os olhos e alguns dentes arrancados. Segundo a Polícia Civil, o jovem ainda usou o celular do vizinho, após o crime, para se passar pela vítima, avisar à família do pedreiro que estava viajando e que ficaria sem celular.

 

O suspeito, que confessou o crime em depoimento, está preso em uma cela da Delegacia Regional de Aparecida de Goiânia.

 

O crime aconteceu no dia 7 de fevereiro deste ano. “Eles eram vizinhos e compadres, então tinha esse nível de confiança, o que gerou esse ódio, essa ira, porque o vizinho tinha mandado realmente mensagens no celular dela e por um outro aplicativo, querendo ter um encontro, tendo esse assédio. Isso motivou esse crime bárbaro”, disse o delegado Carlos Levergger.

 

Ao descobrir a situação, começou a planejar o crime. A vítima foi surpreendida durante a noite e violentamente agredida e morta. Em seguida, colocou o corpo do vizinho no porta-malas de um carro, foi até uma ponte em Leopoldo de Bulhões e lançou o cadáver no rio.

 

O suspeito foi preso na quinta-feira (19). O delegado explicou que, para tentar enganar a polícia, ele pegou o celular da vítima e escreveu mensagens aos familiares dele dizendo que sairia da cidade para um local sem sinal.

 

“Nos empenhamos há sete meses e conseguimos concluir esse caso com provas testemunhais e técnicas da participação desse vizinho. É uma morte totalmente gratuita, não houve uma motivação justa, feita com extrema crueldade”, disse o delegado. Agora, a polícia vai investigar se o suspeito teve ajuda de outras pessoas para cometer o crime.

 

Encontre mais notícias relacionadas a: Polícia;

Veja também

Ver mais notícias