Travesti é morta após assalto, em Anápolis; quatro suspeitos são presos - Jornal Populacional
Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020

Travesti é morta após assalto, em Anápolis; quatro suspeitos são presos

Publicado em 13/06/2020 às 19:59

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

Uma travesti, que não teve o nome e nem a idade divulgada, foi morta após ser assaltada no Bairro Calixtolândia, em Anápolis, na madrugada deste sábado (13). Quatro suspeitos do crime, sendo três homens e uma mulher, foram presos, horas depois do crime, pela Polícia Militar (PM).

 

De acordo com o tenente Cláudio Antônio Júnior, a vítima estava acompanhada de outra travesti quando foram surpreendidas pelos três suspeitos que estavam em VW Gol. Ambos as aliciaram para a contratação de um programa, mas, ao entrarem no veículo, foi anunciado o assalto. Uma das vítimas conseguiu fugir.

 

Ainda segundo o tenente, a vítima ainda alegou que não tinha nada de valor, mas, mesmo assim, foi morta com vários disparos. Após ser informado do caso, foi iniciado o patrulhamento até localizar a casa de um dos suspeitos, na Vila Verde. No local, foi encontrado a arma utilizada no crime, um revólver calibre 38, que estava embaixo do fogão. Com isso, houve a localização dos demais suspeitos.

 

 

Além disso, segundo o tenente, o veículo utilizado na fuga consta registro de roubo, realizado em Goiânia, no último dia 9 de junho. Com exceção da mulher, todos têm passagens pela polícia por tráfico e roubo e a idade deles variam de 18 a 23 anos. “Com o grupo, foi encontrado a quantia de R$ 500, mas ainda não podemos confirmar se esse dinheiro era da vítima”, destaca o policial.

 

O grupo foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Anápolis. Além de serem autuados pelo crime de latrocínio, um dos suspeitos vai responder pelo porte ilegal de arma de fogo e outro por receptação, já que estava na direção do veículo roubado. A mulher, que não estava na cena do crime, foi autuada por favorecimento pessoa e receptação, pois ajudou a esconder o carro utilizado na ação.

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737