Suspeito de tráfico de drogas morre em troca de tiros com o GPT em Goianésia - Jornal Populacional
Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020

Suspeito de tráfico de drogas morre em troca de tiros com o GPT em Goianésia

Publicado em 14/02/2020 às 20:14

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

Após informações repassadas por populares da prática de tráficos ilícito de entorpecentes no Residencial Paulo Dias, região oeste de Goianésia, a equipe de inteligência juntamente com a equipe Grupo de Patrulhamento Tático - GPT - Bravo, avistou dois indivíduos na porta de uma residência em atitudes suspeitas.

 

Ao dar voz de parada, os suspeitos adentraram correndo para o interior da residência gritando “polícia, polícia, polícia”. Diante do estado de suspeição, a equipe do GPT realizou o adentramento tático, porém, foi recebida por disparos de arma de fogo, assim, não houve outra alternativa a não ser revidar a injusta agressão.

 

Diante do confronto armado, um indivíduo foi alvejado e os outros dois evadiram pulando o muro em direção a um matagal e realizando disparos de arma de fogo contra os policiais. De imediato foi solicitado apoio policial via rádio à Central de Operações da Polícia Militar - COPOM - e demais equipes de serviço para auxiliar na localização dos suspeitos, entretanto, não foram encontrados.

 

Já o suspeito que foi alvejado, identificado como Diogo Pereira da Silva, de 29 anos, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com quatro perfurações na região torácica e abdominal e levado à Unidade de Pronto Atendimento - UPA - onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

 

Segundo a polícia, de posse do envolvido foram encontrados um revólver calibre 38 com numeração raspada contendo seis munições, sendo três intactas e três deflagradas, grande quantidade de droga, sendo 2.900 kg de maconha, 478 g de skunk (super maconha ou maconha de rico), além de R$ 475 em dinheiro.

 

De acordo com a Polícia Civil, Diogo Pereira possuía diversas passagens pela polícia, entre elas, furto, ameaça, tráfico de drogas, receptação, desobediência, ameaça, e posse de drogas.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737