Homem foge após tentativa de estupro de uma menina de 9 anos em Ceres - Jornal Populacional
Terça-Feira, 24 de Setembro de 2019
  • Homem foge após tentativa de estupro de uma menina de 9 anos em Ceres

    Publicado em 01/09/2016 às 18:54

    CLIQUE PARA AMPLIAR
    PUBLICIDADE

    Um homem de 45 anos tentou estuprar uma garota de 9 anos na cidade de Ceres. A reportagem do Jornal Populacional conversou com o pai da menina.

     

    O pai que está revoltado com o fato, conta que estava em uma festa com amigos e parentes oferecido por uma empresa no ramo de vendas de materiais de construção.

     

    O fato aconteceu já por volta da 16h30, já que a festa foi durante o dia (27/8), na Rua Monte Serar centro de Ceres. O pai relata que já estava preparando para ir embora, a filha brincava a uns 15 metros de onde estava o pessoal da festa.

     

    O suspeito Amarildo Pereira Dias, segundo relatos da filha ao pai, teria chamado a menina para pegar uma bola que estaria atrás de um caminhão, inocentemente a criança foi juntamente com as amiguinhas, foi quando a vítima chegou desesperada chorando.

     

    O pai relata que a filha dizia “papai o homem tentou me agarrar ali”. A criança, segundo o pai, relatou que o suspeito teria segurado a vítima que chegou a passar uma das mãos na parte intima da garotinha.

     

    O homem conseguiu fugir, o pai com outros amigos correram atrás do suspeito na tentativa de pega-lo, mas ele adentrou no meio do mato e sumiu de vista. A Polícia Militar e o Conselho Tutelar foram chamados.

     

    O pai da menina foi até a delegacia e disse ao Populacional que o suspeito já possui outras passagens por este mesmo crime, “por tentativa de estupro” em outras crianças e um fato consumado com uma pessoa maior de idade.

     

    O JP, conversou com o delegado Marco Aurélio, ele disse que está investigando o caso, e não detalhou o fato para não atrapalhar. Ele informou que o suspeito já possui outras passagens pelo mesmo crime. 

    COMENTÁRIOS

    Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

    (62) 8585-3737