Vereador Pulinelly pode ser pré-candidato a vice-prefeito de Rialma - Jornal Populacional
Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020

Vereador Pulinelly pode ser pré-candidato a vice-prefeito de Rialma

Publicado em 06/07/2020 às 00:34

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

Com as eleições municipais se aproximando, os partidos se alinhando, cada pré-candidato se ajeitando as regras do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), já que houve mudanças no calendário eleitoral.

 

Como fica a pré-candidatura  a vice - prefeito de Rialma?

 

Até agora não está definido quem será o pré-candidato a vice-prefeito de Rialma junto ao atual prefeito Frederico Gonçalves Vidigal (PTB)  Partido Trabalhista Brasileiro, que vai disputar a reeleição.

 

Pelas conversas nos bastidores, muitos estão querendo encarar a vice na chapa do pré-candidato a prefeito Fred.

 

A reportagem sondou as articulações políticas do município de Rialma, e constatou que o nome do vereador  se destaca entre os demais.

 

Hoje o prefeito Fred está em uma situação  tanto quanto confortável na cidade, o que o coloca como um grande lider dentro da política rialmense.  

 

Apesar de as eleições estarem se aproximando, ainda não há nada definido, muita água  vai correr rio a fora. Com as alterações do calendário eleitoral definido, agora deve começar as articulações políticas.  

 

O vereador Paulinelly acredita que pode disputar como vice  do executivo Fred Vidigal pré-candidato a prefeito, pelo fato de ter um bom relacionamento com ele, a Dorcas Vidigal.

 

Paulinelly também é muito amigo dos ex-prefeitos Sebastião Dutra e Elina Dutra, ambos do Democrata, além desses, hoje Rialma, conta com quatro vereadores da base que é do mesmo partido do governador Ronaldo Caiado (DEM).

 

Paulinelly aposta na influência que tem com o grande escalão do governo do estado, está no seu segundo mandato e trabalha para chegar a vice-prefeito de Rialma. Paulinely  é filho do ex-prefeito Paulo Carneiro (DEM).

 

As eleições municipais deste ano devido a pandemia, as datas foram adiadas. Com a PEC aprovada pelo Congresso, a votação que inicialmente seria em 4 de outubro 1º turno e  25 de outubro 2º turno, foram adiadas para 15 de novembro e 29 de novembro.

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737