Gerente suspeito dar golpes em Leonardo alegou problemas pessoais ao ser cobrado - Jornal Populacional
Sábado, 18 de Novembro de 2017
  • Gerente suspeito dar golpes em Leonardo alegou problemas pessoais ao ser cobrado

    Publicado em 11/11/2017 às 16:36

    CLIQUE PARA AMPLIAR
    PUBLICIDADE

    Um empresário, que preferiu não se identificar, alega que também foi vítima do gerente do Banco Santander, em Goiânia, suspeito de dar golpes no cantor Leonardo e em mais de 30 clientes. O correntista afirmou que o homem lhe pediu um empréstimo de R$ 35 mil e chegou a quitar boa parte das parcelas, mas que não deposita o valor correspondente há quatro meses, apesar das sucessivas cobranças.

     

    "A última vez que estive no banco para cobrá-lo, ele começou a chorar e alegou uma série de problemas pessoais, que a mãe tinha morrido, que a avó estava com câncer. Arrumou um monte de desculpas".

     

    O cliente é correntista no banco há cerca de 7 anos e sempre teve o mesmo gerente. O valor, conforme o empresário, era para um amigo do gerente do banco, e foi dividido em 18 prestações de pouco mais de R$ 3 mil. Totalizando as 4 parcelas ainda em aberto, mais os juros, a vítima calcula um prejuízo de R$ 14 mil. Ele foi ao 4º Distrito Policial de Goiânia para registrar uma ocorrência.

     

    A assessoria de imprensa do Banco Santander informou, em nota, que a instituição "tem interesse na identificação de responsáveis e apoiará integralmente a investigação pelos órgãos de segurança pública”.

     

    "Ele era um cara tranquilo, com uma conversa boa e bom profissional. Não imaginava. A gente fica triste com o ser humano", lamenta o empresário.

     

    Mais de 30 pessoas já denunciaram o banco à Polícia Civil. O delegado responsável pelo caso, Eli José de Oliveira, do 4º Distrito Policial de Goiânia, disse que não pode passar muitos detalhes, mas revelou que o rombo é grande.

     

    "A gente está instaurando um procedimento contra ele por causa dos golpes. Estamos tentando localizá-lo. Ele lesou muita gente, não é pouco, não", afirmou o delegado.

     

    Rombos de mais de R$ 3 milhões

     

    Na sexta-feira (10), a empresária Mildred Leite denunciou que o gerente falsificou as assinaturas dela e do marido e causou um prejuízo de cerca de R$ 3 milhões.

     

    "Eu abri a conta só para financiar minha casa e tenho esse problema desde 2013. Da minha conta o prejuízo é de R$ 1,3 milhão e, do meu marido, entre R$ 1,5 e R$ 2 milhões", contou Mildred .

     

    De acordo com a empresária, ela havia notado a retirada de dinheiro e reclamado para o gerente. Na ocasião, ele devolveu a quantia, mas fez novos saques posteriormente.

     

    "Ele fazia várias transações na minha conta e falsificava minha assinatura ou usava a senha eletrônica. Quando eu ia ao banco reclamar, ele retirava o dinheiro de outra conta e passava para a minha e falava que estava tudo certo, que não tinha mais problema. Depois retirava de novo", disse.

     

    O empresário Fernando Rosa, que também foi lesado, conta que o cantor Racyne, da dupla sertaneja Racyne e Rafael, também está entre as vítimas. "Anteontem, o Racyne estava com a mãe dele dentro do banco. Tem vários empresários lesados também", disse à TV Anhanguera.

     

    COMENTÁRIOS

    Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

    (62) 8585-3737