Casos de dengue em Barro Alto, Goianésia, Santa Rita e Itaguaru preocupam - Jornal Populacional
Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020

Casos de dengue em Barro Alto, Goianésia, Santa Rita e Itaguaru preocupam

Publicado em 27/01/2017 às 23:47

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

A Regional São Patrício II, da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás - SES-GO, está preocupada com o número de casos notificados de dengue nos municípios que fazem parte de sua jurisdição, principalmente em Barro Alto, Goianésia, Santa Rita do Novo Destino e Itaguaru. Segundo Boletim da Dengue, divulgado pela SES-GO nessa quinta-feira, 26, as cidades estão entre os municípios goianos com maior incidência da doença (número de casos por cem mil habitantes).

 

As informações referem-se à última semana de 2016 e às três primeiras semanas deste ano, mas desde a semana passada, quando essas cidades já estavam com maior incidência, a Regional resolveu intensificar as ações junto a esses municípios.

 

Considerando as três primeiras semanas de 2017, Goianésia e Barro Alto aparecem também no quadro geral dos municípios com maior número de casos notificados de dengue em Goiás. Goianésia está com 254 notificações e Barro Alto com 51 notificações.

 

No dia 20 de janeiro, o coordenador-geral da Regional, Ueliton Talles Damasceno Rosa, e o tenente do Corpo de Bombeiros, Rodrigo Castro, reuniram-se com o prefeito de Barro Alto, Luciano Lucena, a vice-prefeita, Adriana Alves, e o secretário de saúde da cidade, José Luiz Siqueira, para discutir medidas para reduzir os focos no município.

 

Uma grande mobilização na cidade está marcada para o dia 31 de janeiro e o prefeito Luciano Lucena disse que dará todo o apoio para reforçar as ações de combate ao Aedes aegypti. “Minha preocupação é corrigir os erros, colocar as equipes para trabalhar e eliminar todos os focos. O apoio da Regional e do Corpo de Bombeiros será importante, e cabe a mim, como gestor, dar todas as condições para que possamos combater e zerar os focos.”

 

No dia 23 de janeiro, o município de Goianésia realizou um mutirão de limpeza e conscientização de combate ao mosquito. A ação teve o apoio da Regional de Saúde São Patrício II e do Corpo de Bombeiros Militar. Nos próximos dias, deve ser realizada ainda uma reunião entre a SES-GO e o município com objetivo de traçar estratégias para intensificação do trabalho.

 

Também no dia 23, a Regional realizou uma reunião com autoridades de Santa Rita do Novo Destino. Participaram do encontro o secretário de saúde da cidade, Reginaldo Martins de Sousa, e representando o prefeito, Edimar de Paula e Souza, o chefe de gabinete, Gesmar José da Silva.

 

Em parceria com a Regional de Saúde São Patrício II e o Corpo de Bombeiros, o município realizou uma ação de visitas e conscientização de moradores nessa quinta-feira, 26. O secretário de saúde de Santa Rita do Novo Destino disse que a administração intensificará as visitas aos domicílios, além da retirada de lixo e entulho. Reginaldo Martins acrescentou ainda que a prefeitura está estudando um Projeto de Lei junto à Câmara Municipal para tentar coibir o uso de reservatórios de água sem cobertura ou devida proteção. “Esse é o nosso principal foco de preocupação na cidade.”

 

Na mesma data da mobilização em Santa Rita do Novo Destino, foi realizada também uma ação em Itaguaru e a cidade já tem outra força-tarefa programada para o dia 13 de fevereiro, inclusive com uso de máquinas e caminhões para retirada de lixo e entulho.

 

Segundo o coordenador-geral da São Patrício II, Ueliton Talles, a Regional, a SES-GO e o Governo de Goiás darão todo apoio aos municípios nas ações de combate ao mosquito. “A Regional, a Secretaria de Estado da Saúde e o Governo de Goiás darão todo suporte para ajudar os municípios a reduzir os focos, e por consequência, os casos de dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes.”

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737