Médico da reserva da PM morre tiros em Goiânia na noite desta segunda - Jornal Populacional
Sábado, 22 de Fevereiro de 2020

Médico da reserva da PM morre tiros em Goiânia na noite desta segunda

Publicado em 13/02/2018 às 20:57

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

O médico ortopedista e traumatologista Antônio Carlos de Castro, de 64 anos, que fazia parte da reserva da Polícia Militar, foi morto a tiros na Avenida B, no Jardim Santo Antônio, em Goiânia, no início da noite desta segunda-feira (12).

 

Imagens de câmeras de segurança – que já estão com a polícia – mostram quando o médico é abordado por dois criminosos armados, que estavam parados na esquina.

 

A princípio, a polícia suspeita que o médico tentou fugir acelerando o veículo, ocasião em que os dois criminosos atiraram várias vezes.  Após ser baleado, o médico ainda tentou fugir. Mas poucos metros depois, ele perdeu o controle da direção do veículo – que subiu na calçada – e bateu em um poste.

 

Após atingirem a vítima, os dois atiradores fugiram em um carro modelo Ford Fusion de cor prata, que era dirigido por um terceiro comparsa. Durante toda a noite e madrugada, militares de várias unidades fizeram buscas em Goiânia, mas não conseguiram localizar os três criminosos.

 

Antônio Carlos de Castro não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro médico.

 

A Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) já está investigando o assassinato, o delegado responsável pelo caso ainda não se pronunciou sobre o crime.

 

Ortopedista e referência em traumatologia em Goiás, principalmente no meio esportivo, Antônio Carlos de Castro trabalhava na Clínica do Esporte, e era bastante conhecido, e querido em Goiás. Pelas redes sociais, várias pessoas lamentaram a morte do médico.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737