Somente quem perde uma pessoa da família, sabe o que é essa dor” - Jornal Populacional
Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020

Somente quem perde uma pessoa da família, sabe o que é essa dor”

Publicado em 03/05/2017 às 02:43

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

Somente quem perde uma pessoa da família, sabe o que é essa dor que estamos sentindo. A dor nunca passa.   SAUDADES! SAUDADES!  SAUDADES!

 

No dia 03 de junho de 2010 Joel Vinício Moreira, foi vítima de homicídio em São Patrício. Hoje dia 03 de maio faz 06 anos e 11 meses que ele foi assassinado covardemente.

 

Naquele mês do mesmo ano, a família passando por momento de dor, o suspeito do crime continuou frequentando o mesmo local onde moram os familiares da vítima e não se compadeceu da dor dos mesmos (mãe, padrasto, irmãos, primos, tios, esposa e avó).  O que fizemos foi clamar a Deus pedindo sabedoria para esperar a justiça de Deus.

 

A família recebeu visitas de pessoas por várias semanas após o crime, foi a presença das pessoas da Igreja Evangélica e Católica, que deram forças para sua mãe, padrasto, esposa, irmãos, avó, tios e primos.

 

A família nestes últimos seis anos de muita de tristeza, mudou seu jeito de comemorar as vitórias e conquistas. Antes comemorávamos com muita alegria e festas. Agora não mais.

 

 

 

Mesmo diante da tragédia tivemos que seguir em frente, todos da família seguiram com seus objetivos. Uns já formados e outros concluindo os seus cursos universitários. Seus dois irmãos estão cursando faculdade, um no curso de direito e outro odontologia.

 

Comemoramos sim a vitória de cada um de nossa família, mas a comemoração não pôde ser completa devido à ausência de Joel. Se ele estivesse entre nós ele seria um dos primeiros a comemorar e festejar as vitórias e momentos importantes de seus familiares.

 

               Com sua partida, Deus nos presenteou duas lindas meninas, que são suas primas. O nome de uma delas era o que ele desejava dar para a sua filha quando ele tivesse.

 

A cada ano que passa o vazio se torna maior. Nada pode preencher a perda de um ser um humano, principalmente quando é tão próximo, perdemos uma pessoa importante da nossa família, Joel era uma pessoa do bem, carinhosa e amiga, trabalhador gostava de dirigir trabalhava no Leite Matinal de Ceres. Os colegas de trabalho, comerciantes e produtores de leite gostavam dele, por ele ser uma pessoa alegre e que respeitava a todos.

 

O suspeito do crime   vai ser julgado dia 08 de maio deste ano (próxima segunda-feira) no Fórum de Carmo do Rio Verde – GO, às 12 horas. A família espera que a justiça seja feita e que o mesmo seja condenado no rigor da lei.

 

 

De sua família.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737