Rede Hemo intensifica campanha de doação de medula óssea em Goiás durante o setembro Verde

A campanha terá dia D no próximo sexta-feira, 17, em todas as unidades do interior do Estado

Publicado em 16/09/2021 às 10h 15min

Dra. Maria Adélia

No Setembro Verde, mês que visa à conscientização da população sobre o a importância da doação de órgãos e tecidos, a Rede Estadual de Hemocentros – Rede Hemo intensifica a campanha para cadastro de doadores de medula óssea. Nesta sexta-feira, 17 de setembro, a Rede Hemo convida a população a fazer seu cadastro ou atualizá-lo e, desta forma, gerar uma grande corrente do bem em prol da vida, das 8 às 16 horas. "Os hemocentros são únicos locais para realizar o cadastro e se tornar um possível doador de medula óssea. Hoje, só em Goiás temos 630 pacientes inscritos no Registro Nacional de Receptores de Medula (Rereme) que já realizaram busca de doador não aparentado. São muitos pacientes aguardando um doador compatível", destaca a diretora-técnica da Rede Hemo, Ana Cristina Novais.

 

Conforme dados do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), a probabilidade de encontrar um doador de medula compatível é de 1 para cada 100 mil habitantes. "Por isso, quanto mais pessoas cadastradas, maiores serão as chances dos pacientes que aguardam na fila de transplante. O cadastro é nacional". Ana Cristina esclarece que, caso haja um doador compatível em qualquer lugar do país, o mesmo é acionado e tem todas as despesas de deslocamento e hospedagem custeadas pelo Ministério da Saúde. Em Goiás, existem 217 mil pessoas cadastradas como doadores voluntários, e hoje o Brasil está entre os cinco maiores bancos de doação de medula óssea do mundo.

 

Interior

Desde setembro de 2019 foram ampliados os pontos de cadastro de doadores de medula óssea para todas as unidades da Rede Hemo no interior: Rio Verde, Jataí, Catalão, Ceres, Formosa, Quirinópolis, Iporá e Porangatu.

 

O cadastro também pode ser feito na unidade móvel, que pode realizar ações em toda a região metropolitana da capital. Para solicitar o serviço bastar entrar em contato com o Hemocentro Coordenador pelo telefone (62) 3231-7925. "Para este tipo de ação, nós enviamos uma equipe e é solicitada apenas a disponibilização de um espaço para coleta das amostras e a mobilização dos doadores", explica Ana Cristina.

 

Quem pode doar?

Para ser um doador de medula óssea é necessário atender os seguintes requisitos:

– Ter entre 18 e 35 anos de idade

– Estar em bom estado geral de saúde

– Não ter doença infecciosa ou incapacitante

– Não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico

 

Cadastro

Para quem já realizou o cadastro em um hemocentro, é importante estar atento para mantê-lo atualizado. "Hoje você pode atualizar seus dados pelo site http://redome.inca.gov.br/ ou pelo aplicativo 'Redome' disponível na sua loja de aplicativos do celular. Lá, além de atualizar os dados, o voluntário pode gerar sua carteira de doador e também uma declaração de que é doador de medula óssea", esclarece a diretora.

 

Legal FM 101,9

Encontre mais notícias relacionadas a: Notícia;

Veja também

Ver mais notícias