Prefeito de Ceres e Rialma falam das medidas que serão tomadas nas duas cidades - Jornal Populacional
Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020

Prefeito de Ceres e Rialma falam das medidas que serão tomadas nas duas cidades

Publicado em 30/06/2020 às 16:45

CLIQUE PARA AMPLIAR
PUBLICIDADE

Em reunião entre o prefeito de Rialma Fred Vidigal, prefeito de Ceres Rafaell Melo e o presidente da Associação Comercial de Ceres Leandro, falaram a respeito das medidas que serão tomadas nas duas cidades.

De acordo com o prefeito Fred, está sendo feito um estudo que fundamentará para decisões posteriores. De imediato segundo Fred, será adotada medidas rigorosas em relação a aglomeração em Rialma, são medidas duras que serão tomadas para combater as aglomerações que são grandes problemas. O prefeito Fred diz que precisa tranquilizar a questão comercial.

O presidente da CDL Leandro, disse que busca um consenso para uma decisão sensata sobre o comércio local, dentro da cautela, dentro das condições.

 

O prefeito Rafaell Melo disse que entende o valor da saúde, o valor da vida, mas entende que as saúde financeira, o equilíbrio financeiro também faz parte da vida.

Rafaell diz entender a gravidade do momento, a necessidade do ceresino e em conjunto com as duas cidades Ceres e Rialma vão ser tomadas decisões.

 

Proibição de aglomerações em bancos de praça em Ceres

 

O prefeito disse que vai emitir um documento proibindo por completo o uso dos bancos de praças, proibindo concentração em frente à prefeitura de Ceres, segundo Rafaell, são locais onde tem muita concentração. O prefeito ressalta que não vai aceitar aglomerações em qualquer lugar que possa levar risco a população ceresina.

 

Ao finalizar, Rafaell disse que leva em conta todas as particularidades da cidade em respeito à vida, ao trabalho e a dignidade humana.

 

No vídeo o prefeito não disse que vai fechar o comércio, já o prefeito de Rialma disse que serão tomadas medidas rigorosas.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

(62) 8585-3737