Galvão Engenharia perde concessão de trecho da BR 153 - Jornal Populacional
Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
  • Galvão Engenharia perde concessão de trecho da BR 153

    Publicado em 18/08/2017 às 07:36

    CLIQUE PARA AMPLIAR
    PUBLICIDADE

    O Grupo Galvão Engenharia não é mais responsável pela administração de um trecho de quase 625 quilômetros da BR 153, entre Anápolis e Aliança do Tocantins. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União dessa quarta-feira (18).

     

    O fim do contrato foi determinado pelo Ministério dos Transportes após recomendação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O principal argumento para o fim da concessão é que, após 3 anos de contrato, a empresa fez poucos investimentos no trecho da rodovia.

     

    A concessão da 153 foi arrematada pela Galvão Engenharia com planos de investir R$ 4,31 bilhões para duplicar todo o trecho. Mas, logo em seguida, a empresa se viu envolvida nas investigações da Lava Jato.

     

    Com isso, não recebeu nenhum centavo de financiamento do BNDES, que, pelo programa, deveria financiar até 70% do empreendimento. Resultado: os investimentos não foram feitos. “Exceto o plano de segurança rodoviária, todos os serviços estão paralisados”, atestou um relatório elaborado pela ANTT em julho de 2016.

     

    Com o fim do contrato, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) assume a manutenção da rodovia até que um novo leilão seja realizado.

     

    COMENTÁRIOS

    Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

    (62) 8585-3737