Ô Malafaia, vai procurar uma "r..." afirma Boechat ao vivo na BandNews FM - Jornal Populacional
Domingo, 30 de Abril de 2017
  • Ô Malafaia, vai procurar uma "r..." afirma Boechat ao vivo na BandNews FM

    Publicado em 20/06/2015 às 15:42

    CLIQUE PARA AMPLIAR
    PUBLICIDADE

    O jornalista Ricardo Boechat aproveitou o tempo em que apresentava um programa de rádio, na manhã de sexta-feira (19/6), para responder a uma crítica do pastor Silas Malafaia. "Vá procurar uma r..., vai. Não me encha o saco. Você é um idiota, um paspalhão, um pilantra", disse o jornalista, ao vivo.

     

    Entenda o caso



    Após uma menina de 11 anos ser agredida com uma pedrada por discriminação religiosa na saída de um culto de candomblé na Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro, no domingo (14/6), o jornalista disse que "é no ambiente de igrejas neopentecostais que estão acontecendo atos de incitação à intolerância religiosa". 

    Malafaia usou o Twitter, para responder ao jornalista: 

     

     

     

     

    RESPOSTA

     

    No final da tarde de ontem, o líder religioso Silas Malafaia divulgou um vídeo em que rebate as acusações feitas pelo apresentador Ricardo Boechat, da Band. O evangélico, que é pastor e presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, avisou que vai processar o jornalista. "No microfone é molinho, Boechat. Lá na Justiça você vai ter a chance de provar", afirmou.



    Além de falar que vai processar o jornalista pela afirmação "leviana e séria", Malafaia incitou que as pessoas que assistirem seu vídeo procurem na internet informações sobre as condições que levaram Boechat a deixar o jornal "O Globo": "Pesquisa aí na internet porque o jornalista Boechat foi demitido do jornal 'O Globo' pra vocês saberem quem é que tem caráter ou não. Eu não tenho medo de você. Você está desafiado e não é no seu programa. Eu não vou te dar esse mole. Em qualquer programa senta na mesa comigo que eu vou te engolir."

     

     

    COMENTÁRIOS

    Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

    (62) 8585-3737