Corpo de homem encontrado às margens do Rio das Almas é identificado - Jornal Populacional
Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019
  • Corpo de homem encontrado às margens do Rio das Almas é identificado

    Publicado em 08/10/2019 às 11:45

    CLIQUE PARA AMPLIAR
    PUBLICIDADE

    Na tarde desta segunda-feira (7/10) foi encontrado o corpo de um homem pendurado por um cinto em uma árvore às margens do Rio das Almas próximo ao Distrito de Jardim Paulista, porém no município de Rialma.

     

    O corpo foi encontrado na tarde desta segunda-feira (7/10) por um pescador, que acionou a Polícia Militar. A equipe policial que atendeu a ocorrência da cidade de Nova Glória, acionou a Polícia Técnico Científica que após os trabalhos periciais, o corpo que ainda não havia sido identificado foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) em Ceres.  

     

    O comandante Major Borba da Polícia Militar, informou ao Jornal Populacional que nas proximidades do corpo foram encontrados alguns pertences totalmente queimados (Ponta de uma chave de fenda, um alicate e aparentemente um celular).

     

     A reportagem do Jornal Populacional, falou com a irmão da vítima que mora em Goianésia, ela ficou sabendo através de um site local que reproduziu o texto do Jornal Populacional. Hoje pela manhã (8) a irmão compareceu ao IML de Ceres e reconheceu o corpo.

     

    A irmã, relatou ao Jornal Populacional, que o irmão Natal Aguiar Bandeira, de 37 anos, morava em Aparecida de Goiânia, trabalhava em uma empresa há 18 anos e que nunca havia faltado um dia de serviço.

     

    A empresa sentiu falta nesta segunda-feira (7) e entrou em contato com a família explicando que Natal não havia comparecido no trabalho, a família ficou muito preocupada e não sabia do paradeiro da vítima.

     

    A irmã de Natal que se chama Enedina, disse que a moto dele foi encontrada queimada cerca de um Km de distância de onde estava o corpo. A morte foi dada como suicídio, o motivo que levou a essa situação, segundo a familiares, foi a separação da esposa.  

     

    O corpo será levado para Porangatu, cidade da qual mora também uma irmã, onde será velado e sepultado. Os pais de Natal, moram no estado do Tocantins.

     

    COMENTÁRIOS

    Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

    (62) 8585-3737