Mãe de detento é presa com drogas nas partes intimas no presídio de Goianésia - Jornal Populacional
Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019
  • Mãe de detento é presa com drogas nas partes intimas no presídio de Goianésia

    Publicado em 12/09/2019 às 22:13

    CLIQUE PARA AMPLIAR
    PUBLICIDADE

    Na manhã desta quinta-feira, 12, policiais civis de Goianésia com auxílio de agentes prisionais efetuaram a prisão de S. B. S., de 45 anos, no momento em que ela ia visitar seu filho na Unidade de Prisional - UP - da cidade, tentando entrar com drogas dentro do presídio.

     

    De acordo com a polícia, antes de ser submetida a uma minuciosa revista pessoal, realizada pelas agentes prisionais, a suspeita, após ser informada de que estava sendo investigada pela Polícia Civil, confessou que trazia consigo, mais precisamente dentro da vagina, cerca de 100 gramas de maconha, que de imediato foram encontrados e apreendidos pelos servidores da UP.

     

    Dando sequência as investigações, policiais civis deslocaram até a residência da investigada onde apreenderam mais 200 gramas de maconha. Segundo a Polícia Civil, esta não foi a primeira vez que a investigada levou drogas para o interior do presídio de Goianésia. A mulher explicou que a princípio ela teria sido aliciada por outros presos a levar drogas para dentro da cadeia e dessa forma quitaria dívidas que seu filho adquiriu no interior do presídio para sobreviver.

     

     

    Posteriormente, após quitar a dívida do filho, e devido ao fato de que a investigada passava despercebida pela fiscalização, os outros presos passaram a ameaçar seu filho, que, se por acaso ela parasse de levar drogas para eles, o filho seria morto dentro do presídio. A justificativa de S. B. S. não convenceu a autoridade policial e ela foi autuada pelo crime de tráfico de drogas.

     

    Vale ressaltar que o filho da suspeita está preso em Goianésia aguardando julgamento de um crime de homicídio ocorrido em Pernambuco, sendo que após o crime ele fugiu para o Estado de Goiás, se escondendo em Goianésia, onde passou a ficar na condição de foragido da justiça.

     

    Como ele passava por muitas dificuldades, em outubro de 2018 resolveu apresentar-se na Delegacia de Polícia de Goianésia e desde então encontra se recolhido na UP, mesmo local que a mãe deve passar seus próximos dias, ficando a disposição da justiça.

     

    COMENTÁRIOS

    Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

    (62) 8585-3737