Polícia Militar acaba com a reunião de infratores de trânsito em Carmo do Rio Verde - Jornal Populacional
Terça-Feira, 24 de Setembro de 2019
  • Polícia Militar acaba com a reunião de infratores de trânsito em Carmo do Rio Verde

    Publicado em 09/09/2019 às 19:36

    CLIQUE PARA AMPLIAR
    PUBLICIDADE

    A Polícia Militar foi informada de que alguns motoqueiros estavam realizando acrobacias, malabarismo, empinando e pegando racha em Carmo do Rio Verde em direção a cidade de ceres, pela via da GO-154 gerando perigo de dano a si e a terceiros.

     

    No local a polícia percebeu que uma motocicleta havia se evadido tomando destino desconhecido e logrou êxito a abordar dois motociclistas com as respectivas motos que estavam escondidas no bambu próximo ao acostamento da GO-154.

     

    Os indivíduos foram devidamente qualificados juntamente com os veículos. O primeiro condutor, menor, estava em uma motocicleta que segundo a polícia estava preparada para prática de rachas e malabarismos com alterações nas características dos veículos aumentando a potência dos motores e alterando os escapamentos com escape direto (torbal), alteração no sistema de carburação retirada de filtro de ar dentre outras, e está com a documentação em atraso desde o ano de 2006.

     

     O outro condutor de acordo com a Polícia, Ramón Santos Possui habilitação porém a motocicleta que ele estava conduzindo está preparada para prática de rachas e malabarismos com alterações nas características dos veículos aumentando a potência dos motores e alterando os escapamentos com escape direto (torbal), alteração no sistema de carburação retirada de filtro de ar dentre outras.

     

    Os veículos foram recolhidos ao pátio da DPM de Carmo do Rio Verde, foi realizada a confecção das devidas medidas cabíveis.

     

     Ambos foram liberados no local. (Foi lavrado o auto de retenção: 015397 e 015399).

     

     

    MAIS FOTOS

    COMENTÁRIOS

    Os comentários aqui postados expressam a opinião de seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Jornal Populacional

    (62) 8585-3737